Roborace: a corrida de carros elétricos autônomos

A Roborace está criando o primeiro campeonato automobilístico com carros elétricos autônomos. Para a competição, a empresa está apostando em seu modelo inovador, o Robocar. Com previsão para início em 2018, a corrida da Roborace pode marcar o início de uma nova era nesse segmento.  

Com a intenção de tornar os carros elétricos e autônomos cada vez mais populares, a Roborace está apostando em um campeonato, paralelo à Fórmula E.

Nesse campeonato, somente competirão carros de corrida elétricos autônomos. Isso mesmo, não haverá ninguém dentro dos veículos!

Para isso, a empresa criou o Robocar, um carro elétrico super potente e que ainda por cima dirige sozinho.

A Roborace utiliza o chip de direção autônoma da Nvidia em seus veículos. Esse processador é capaz de realizar mais de 300 trilhões processos por segundo.

O carro de corrida elétrico e autônomo da Roborace ainda não está pronto. Por isso, a empresa está disponibilizando o DevBot para os desenvolvedores.

O DevBot é uma versão do Robocar que acomoda um passageiro. O modelo é usado para o desenvolvimento do software do carro de corrida e para que as pessoas possam entender como o Robocar funciona quando está correndo.

A versão de testes do Robocar – DevBot – já está sendo testada em pistas de corrida reais.

Saiba tudo sobre a Roborace e seu incrível carro de corrida elétrico e autônomo, o Robocar.

Roborace cria campeonato com carros de corrida elétricos autônomos  

Roborace Robocar

 

A Roborace está preparando tudo para o início de um campeonato que promete ser muito inovador.

A empresa criará a primeira competição automobilística com carros de corrida elétricos autônomos.

Criada na Inglaterra, a Roborace tem ganhado destaque internacional por sua iniciativa ousada de criar uma corrida com carros que dirigem sozinhos.

A empresa é comandada pelo conhecido piloto brasileiro Lucas Di Grassi, que já participou da Fórmula 1 e saiu campeão na Fórmula E.

O principal objetivo da Roborace é mostrar ao público que os carros autônomos podem ser seguros, mesmo em alta velocidade.

Muito se têm discutido sobre a segurança desse tipo de veículo. Acidentes com carros autônomos podem ocorrer, porém, diversas empresas, como o Uber e agora a Roborace, estão apostando nessa tecnologia.

A corrida ocorrerá paralelamente à Fórmula E, campeonato que conta somente com carros elétricos.

Robocar: o carro de corrida elétrico e autônomo

Não é qualquer carro que poderá competir na Roborace. A empresa usará um modelo próprio na competição: o Robocar.

O carro se destaca por ter um visual futurista, totalmente inovador, além de ter ótima potência.

Mas o ponto alto do Robocar é sua tecnologia autônoma. Com inteligência artificial desenvolvida pela Nvidia, o Robocar se mostra um veículo do futuro.

Saiba tudo sobre ele a seguir.

Design 

Roborace 2

O visual do Robocar provavelmente é diferente de tudo o que você já viu. Com um design mais fluido e arredondado, o veículo tem dimensões peculiares: é mais largo nas extremidades e estreito no centro. Feito com fibra de carbono, o veículo pesa 1000 Kg, medindo 4 metros de comprimento e 2 m de largura.

O design do carro foi feito por Daniel Simon, designer conhecido por seus incríveis trabalhos nos filmes “Capitão América”, “Tron: o legado” e “Oblivion”.

Um das razões para o visual mais futurista do carro se deve ao fato de que ele também foi desenvolvido para entregar o melhor coeficiente aerodinâmico.

Mas o design não é o único aspecto que surpreende no Robocar.

Potência

O carro de corrida elétrico e autônomo da Roborace não decepciona quando o assunto é performance.

O Robocar conta com 4 motores elétricos com 300 kW – ou 402 cavalos – de potência em cada um.

Com 1200 Nm de torque, o carro de corrida pode chegar a uma velocidade máxima de 320 Km/h.

Além disso, conta com um conjunto de baterias de 540 kWh.

Condução autônoma 

Roborace carro autônomo

Um dos principais destaques do Robocar está em sua tecnologia de condução autônoma, afinal, ele é considerado o primeiro carro de corrida autônomo do mundo.

Inicialmente, o Robocar utilizava o chip Nvidia Drive PX2, porém, a empresa atualizou o sistema do carro com um novo processador.

Agora, o Robocar conta com um chip Nvidia Pegasus AI. 

O Pegasus AI tem capacidade para processar 320 trilhões de dados por segundo.

Não são 320 milhões ou bilhões, são trilhões! O novo chip da Nvidia é dez vezes mais rápido que o Drive PX2.

Essa potência do processador é requerida, pois o Robocar é um carro autônomo que também utiliza inteligência artificial. Além de realizar ações mais “simples”, como acelerar ou frear, o carro precisa tomar decisões de acordo com a situação e o ambiente em que está. É nesse momento que a inteligência artificial entra em cena.

Para que possa realizar todas as manobras de forma autônoma, o Robocar conta com seis câmeras, cinco sensores LiDAR, dois radares, além de sensores ultrassônicos.

Graças a seus sensores e processador, os carros da Roborace podem interagir entre si durante as corridas, evitando colisões.  

O carro de corrida elétrico e autônomo da Roborace tem previsão para ficar pronto em 2018.

Devbot: o carro de testes da Roborace 

Roborace Devbot

Enquanto o Robocar não fica pronto, a Roborace está utilizando uma versão do carro chamada Devbot.

Essa versão, que pode ser considerada como o esqueleto do Robocar, pode acomodar uma pessoa .

Dessa forma, o “motorista” pode entender na prática como a tecnologia de condução autônoma do carro funciona.

O Devbot está sendo usado para que desenvolvedores possam melhorar cada vez mais o software do Robocar.

Carro da Roborace é testado pela primeira vez

O Devbot foi testado pela primeira vez em uma pista de verdade. O teste ocorreu no início de 2017, em Buenos Aires, durante uma etapa da Fórmula E, que ocorria na cidade.

Foram colocadas duas unidades do Devbot para disputarem uma corrida. Porém, nos primeiros dez minutos, um dos carros bateu contra a parede.

No mesmo ano, o Devbot foi testado novamente. Dessa vez, durante a etapa de Paris da Fórmula E. Nesse teste, o Devbot conseguiu percorrer 1.9 Km com sucesso.

Cada nova conquista, mesmo que pareça pequena, é uma grande vitória. Isso porque o Robocar é um veículo extremamente complexo.

Pode-se notar que o campeonato proposto pela Roborace pode representar um grande avanço no segmento automotivo.

Seja o primeiro a saber das novidades!

Login/Register access is temporary disabled
Compare items
  • Total (0)
Compare
0