Acidentes com carros autônomos do Uber, Google e Tesla

Acidentes com carros autônomos podem ocorrer apesar desses veículos utilizarem sistemas complexos e muito avançados. Seja por alguma falha no processamento ou nos sensores e câmeras, acidentes com carros autônomos do Uber, Google e Tesla já aconteceram.

Confira a seguir os principais acidentes com carros autônomos e saiba porque isso pode ocorrer.

Carros autônomos ainda são novidade 

waymo google

Com o constante avanço da tecnologia, o automobilismo está passando por grandes transformações.

Um dos maiores saltos nesse mercado foi a criação da tecnologia de direção autônoma.

Porém, essa é uma tecnologia relativamente nova, que ainda está em desenvolvimento.

Dessa forma, acidentes com carros autônomos podem ocorrer.

Por isso, diversas empresas como o Uber, o Google – através da Waymo – e a Tesla estão constantemente testando e desenvolvendo seus carros autônomos.

Carros autônomos são complexos

Fazer com que um sistema processe todas as informações de trânsito vindas dos sensores e câmeras, para depois dar comandos para manobras não é nada simples.

A tecnologia de direção autônoma é extremamente complexa. As informações vindas dos sensores e câmeras precisam ser analisadas e cruzadas em milissegundos.

A fim de evitar ao máximo acidentes com carros autônomos, empresas de tecnologia como a Nvidia estão se esforçando para produzir melhores e mais rápidos chips de processamento para esses carros. 

Acidentes com carros autônomos do Google 

carro google

Com o objetivo de desenvolver um carro autônomo próprio, o Google criou a subsidiária Waymo.

A história do Google com o desenvolvimento da tecnologia autônoma começou em 2009, anos antes da criação da Waymo.  

Em 2016, a Waymo foi fundada, e desde então a empresa tem focado em construir seu próprio carro com tecnologia autônoma.

A partir de 2017, a empresa começou a testar carros autônomos com passageiros dentro. Esses testes seguem até os dias atuais.

Mas mesmo com exaustivos testes, acidentes com carros autônomos da empresa já ocorreram.  

Primeiro acidente com feridos envolvendo carro autônomo do Google

Após anos de desenvolvimento e testes, em 2015 um dos carros autônomos do Google se envolveu em um acidente.

Acidentes com carros autônomos do Google já haviam ocorrido, porém, essa foi a primeira vez em que houve feridos.

O carro envolvido no acidente era um Lexus, utilizando a tecnologia autônoma da Waymo.

Para evitar um bloqueio de cruzamento, o autônomo do Google parou, mesmo com o sinal verde aberto. Nesse momento, o motorista do carro que estava atrás não se atentou e bateu na traseira do Lexus.

O acidente ocorreu por falha humana, e não por culpa do carro autônomo.  

De qualquer forma, a colisão deixou um total de quatro feridos.

Carro autônomo do Google é causa de um acidente

Menos de um ano após a colisão com quatro feridos, o carro autônomo do Google foi a causa de um acidente na Califórnia.

O carro da Waymo rodava pelas ruas de Mountain View quando, ao desviar de alguns sacos de areia na rua, o veículo se chocou com um ônibus que estava contornando uma giratória.

O ônibus transportava 15 pessoas, que não tiveram nenhum ferimento.

Esse foi o primeiro acidente em que o Google admitiu que seu carro autônomo falhou.

Após o ocorrido, a empresa anunciou que iria atualizar o sistema autônomo do carro.

Acidentes com carros autônomos do Uber 

carro uber acidentes com carros autônomos

Uma das maiores empresas de carona compartilhada do mundo, o Uber também está apostando em carros autônomos.

A empresa está testando seus carros que dirigem sozinhos em Pittsburgh com passageiros reais.

Durante esse período de testes, apesar de o carro realizar as manobras sozinho, um motorista e um engenheiro do Uber acompanham todo o trajeto. Isso porque, caso necessário, o motorista precisaria tomar controle do volante, pois a qualquer momento, a tecnologia presente nos autônomos pode falhar.

Acidentes com carros autônomos do Uber apesar de raros, já aconteceram.

Após acidente, Uber suspende testes com carros autônomos

Depois de um acidente, ocorrido em março de 2017 no Arizona, envolvendo um carro autônomo do Uber, a empresa decidiu suspender os testes até que houvesse uma investigação sobre o incidente.

O acidente ocorreu pois um outro veículo não respeitou a preferência do carro autônomo do Uber, um Volvo XC90.

Com a colisão entre os dois veículos, o autônomo do Uber tombou. Felizmente não houve nenhum ferido.

A batida não foi por culpa do carro, mas por falha humana. 

Acidente com semi autônomo Model S é o mais grave já registrado 

acidentes carros autonomos model s

Os carros da Tesla são conhecidos por terem ótima performance e autonomia. Além disso, os modelos da montadora vêm com um sistema de direção semi autônomo, o AutoPilot.

Diferente dos carros do Uber e do Google, o Model S não é totalmente autônomo. Em algumas situações, o motorista precisa tomar o volante do carro.  

O acidente mais grave envolvendo um carro autônomo ocorreu justamente com um Model S.

A batida ocorreu enquanto o carro estava no modo semi autônomo e uma carreta à frente fez uma curva a esquerda em um cruzamento.

O AutoPilot do carro de alguma forma não identificou a diminuição de velocidade da carreta para a curva e continuou sem frear.

Ao colidir, o Model S entrou embaixo do caminhão, tendo seu teto arrancado, e depois deslizou até sair da pista.

O Motorista do Model S não resistiu à colisão e morreu na hora.

A Tesla admitiu que houve uma falha no sistema do carro. Porém, uma das recomendações para o uso do AutoPilot é que o motorista fique sempre com a mão no volante para caso haja alguma emergência.

Ônibus autônomo se envolve em acidente no dia de seu lançamento

Um novo modelo de ônibus autônomo estava sendo apresentado ao público em Las Vegas quando, nas suas 2 primeiras horas de teste, se envolveu em um acidente.

Durante o trajeto, um caminhão bateu no ônibus autônomo. Felizmente, ninguém se feriu durante a batida.

Mais uma vez um veículo autônomo se envolve em um acidente provocado por falha humana.

Acidentes com carros autônomos – e ônibus – apesar de serem incomuns, podem ocorrer. Isso porque, como foi possível perceber, um trânsito seguro não depende somente desses veículos. Os carros ao redor também entram nessa equação. 

O fato é que as empresas desse ramo estão cada vez mais engajadas em criar sistemas de direção autônoma mais eficientes e seguros.

Seja o primeiro a saber das novidades!

Login/Register access is temporary disabled
Compare items
  • Total (0)
Compare
0