Renault Zoe

Renault e MRV fecham parceria para testar carros elétricos

A Renault e MRV anunciaram, durante o Salão do Automóvel de São Paulo, uma parceria para uso do carro elétrico Zoe. A ideia é colocar modelos do veículo em condomínios da MRV para compartilhamento entre os moradores.

Para que a ideia seja viabilizada, a construtora e a montadora estão estudando o comportamento de pessoas ao utilizar um carro elétrico, que esteja disponível em seu condomínioO modelo da Renault, que é utilizado no projeto de mobilidade dos condomínios da MRV, já é está disponível para reserva no Brasil. Saiba tudo a seguir!

MRV usará Renault Zoe para projeto de mobilidade elétrica

Renault e MRV tornaram pública sua parceria no Salão do Automóvel de São Paulo, realizado entre 8 e 18 de novembro. De acordo com a construtora, todos os seus novos empreendimentos vão contar com abastecimento de energia oriundo de placas fotovoltaicas até 2022.

Com o propósito de tornar os seus projetos cada vez mais sustentáveis, Renault e MRV estabeleceram a parceria para estudar a ideia de os empreendimentos da MRV, focados em oferecer imóveis financeiramente mais acessíveis, incluírem carros elétricos que ficassem disponíveis para seus moradores

Renault e MRV fecham parceria para usar Zoe em condomínios

A montadora, que já é líder na comercialização de veículos elétricos no Brasil, abocanhando atualmente mais do que 50% desse mercado, entregou a milésima unidade de carro elétrico na América Latina à MRV para a realização desse estudo. A entrega foi realizada na arena New Mobility, durante o Salão do Automóvel. 

Mas como vai funcionar o compartilhamento de um carro elétrico em um condomínio? Para realizar o estudo, a MRV utilizará dois Renault Zoe, um em um condomínio em Belo Horizonte e o outro em um empreendimento na cidade de São Paulo.

A gestão da demanda pelos automóveis será feita pelo aplicativo Renault Mobility, que também está sendo testado de forma inédita. As informações que a Renault e MRV querem levantar nesta etapa da pesquisa são sobre a maneira como o veículo está sendo usado e como é a experiência dos usuários.

Renault fecha parceria com Itaipu Binacional para uso de carros elétricos

Além da parceria com a MRV, a Renault também aposta em outros projetos de mobilidade elétrica como o Projeto Cidades. Neste, além de endossar a pesquisa de meios alternativos e não poluentes para a mobilidade no Brasil, a fabricante também fornece os veículos elétricos para a realização de testes.

Este projeto é feito em parceria com o Centro de Engenharia e Inovação das Indústrias da Mobilidade, de Portugal, e com a Itaipu Binacional. Juntos, os participantes formam o Mob-i, o Programa de Mobilidade Elétrica Inteligente da Itaipu Binacional.

Além do Mob-i, que impactou a cidade de Foz do Iguaçu, cidades como Curitiba, Brasília, Campinas, Rio de Janeiro e Fernando de Noronha já receberam o apoio da Renault para projetos de mobilidade elétrica.

Renault Zoe passará por diversas cidades do Brasil em 2019, como parte da parceria entre a Renault e MRV 

Renault Zoe Frente

Em 2019, a Renault e MRV vão continuar desenvolvendo seu projeto. E para isso, o Renault Zoe vai estar presente em outros empreendimentos da MRV que já contam com energia limpa (fotovoltaica) para ter seu compartilhamento, uso e recarga “verde” testados.

Além de continuar os testes, as empresas querem promover a possibilidade de a recarga do carro ser feita 100% com energia limpa e renovável. Sendo viável, esse projeto entrega ainda mais acessibilidade aos empreendimentos da MRV. Além disso, ajuda a popularizar o carro elétrico no Brasil.

Renault anuncia início da venda do Zoe no Brasil

Os 300 quilômetros de autonomia e a emissão zero de poluentes talvez justifiquem o sucesso de vendas do Zoe na Europa; ele é o modelo elétrico mais vendido por lá. Apesar do design sóbrio, mas moderno, o Renault Zoe chama atenção por onde passa.

É possível adquirir esse compacto por R$ 149.990,00 e andar despreocupado com o preço da gasolina. Talvez, você nem se preocupe tanto com a recarga, pois, além da boa autonomia, a bateria do Zoe se recarrega, em parte, de forma automática com a energia das frenagens

Renault e MRV parceria para carro elétrico Zoe

Em virtude do seu conjunto mecânico mais simples do que o de um carro tradicional, à combustão, o modelo atinge os 50 Km/h, partindo da inércia, em 4 segundos. E não é preciso trocar as marchas, o câmbio é automático.

O Renault Zoe também entrega tecnologia e estilo. Ele é equipado com um sistema de som Bose, possui GPS e suporte à Android Auto. As rodas são aro 16” e os faróis são de LED. A Renault anunciou em novembro o início da venda do Zoe para o público geral. Anteriormente, já se especulava da chegada do veículo ao país, visto que ele apareceu na lista do Inmetro.

Para fazer uma reserva, o cliente precisa dar um sinal de R$ 2.990,00. A entrega dos veículos reservados começa em fevereiro de 2019.