Carro elétrico submerso na água pode ter o motor danificado?

Um carro elétrico submerso na água pode funcionar perfeitamente! Tanto o motor como a bateria dos veículos “verdes” são projetados para resistir a enchentes.

Caso haja algum risco de comprometimento da bateria quando o veículo está em um alagamento, a ligação entre ela e o motor é imediatamente interrompida.

Dessa forma, não há risco de choque elétrico.

Para garantir que um carro elétrico submerso na água possa funcionar perfeitamente, testes são realizados com modelos antes de serem lançados no mercado. Um exemplo disso são os testes feitos com o Chevrolet Volt e o Nissan Leaf.

E a Tesla não poderia ficar de fora. Segundo Elon Musk, o Model S pode “virar” um barco em alagamentos.

Porém, com os carros a combustão a situação é diferente. Não é indicado que eles passem em grandes alagamentos – principalmente em alta velocidade.

Em situações como essa, um carro submerso pode ter seu motor comprometido devido ao calço hidráulico.

Esse problema pode gerar muito prejuízo, inclusive a perda total do motor.

Entenda a seguir como um carro elétrico e um a combustão se comportam no meio de uma enchente.

Carro elétrico submerso na água: não há riscos e danos! 

carro elétrico submerso na água

Engana-se quem pensa que um carro elétrico não pode passar em alagamentos. Toda a motorização desse tipo de veículo é especialmente projetada para que o carro possa funcionar em situações como essa.

O motor e a bateria dos carros elétricos são selados, evitando que entre água nesse componentes. 

Muitos ficam com o pé atrás quando o assunto é bateria de carro elétrico. Incêndios devido a problemas na bateria  já foram notícia ao redor do mundo.

Porém, no caso de um carro elétrico submerso na água, a situação é diferente.

Caso haja algum risco de comprometimento da bateria, o fluxo de energia da bateria para o motor é imediatamente cortado.

Tanto o funcionamento do carro como a segurança dos passageiros em alagamentos é assegurada.

Elon Musk afirma que carro da Tesla pode se transformar em barco

Sim, é isso mesmo. Segundo Elon Musk, CEO da Tesla, carros da montadora podem virar uma espécie de barco quando em enchentes.

A declaração do CEO da Tesla foi feita após o dono de um Model S postar um vídeo passando em um alagamento.

“Nós definitivamente não recomendamos isso, mas o Model S flutua bem o suficiente para se transformar em um barco por um curto período de tempo. Ele é empurrado através da rotação das rodas”, declarou Musk.

Essa é mais uma prova completa que um carro elétrico submerso na água pode funcionar sem problemas.

Montadoras realizam testes com carros elétricos em alagamentos

Antes de iniciarem as vendas de seus modelos, montadoras de carros elétricos realizam testes para assegurar que os veículos não apresentem nenhum problema em alagamentos.

Em uma área com uma simulação de alagamento, a Chevrolet testa seu carro elétrico, o Volt. O veículo passa na área alagada com diversos níveis de água, em diferentes velocidades.

Após a realização dos testes, a bateria é retirada e uma uma verificação é feita, a fim de garantir que nenhuma gota de água tenha entrado. O motor e o sistema de indução de ar também são verificados.

A Nissan também realiza testes com o Leaf, o colocando para passar em um alagamento artificial. Em outro vídeo, o Leaf também atravessa um alagamento, sem complicações.  

carro elétrico submerso água 1

Carro a combustão pode perder motor ao passar por alagamentos

Diferente dos carros elétricos, que têm o motor selado e não são danificados em enchentes, os veículos a combustão podem até perder o motor em uma situação dessas.

Uma das variáveis que pode contribuir para uma danificação maior no carro é a velocidade com que o motorista passa em um alagamento/enchente.

Quando o caro é conduzido em baixa velocidade em um alagamento, a probabilidade de ocorrer algum dano é menor. Porém, quando passa em alta velocidade, a água pode entrar no motor, causando um problema chamado calço hidráulico.

Calço hidráulico é a entrada de água na câmara de combustão do motor.

Com água na câmara, os pistões não podem completar o ciclo de movimentação. Consequentemente, não conseguem realizar a compressão da mistura ar-combustível.

Esse problema pode danificar os pistões e gerar o empenamento das bielas. O bloco do motor e os cabeçotes também podem ser afetados. 

Dependendo da velocidade do veículo e do nível da água, o dano no motor pode ser tão grande que seria necessário substituí-lo.

carro elétrico submerso na água

É recomendado que não se passe em alagamentos se o nível da água estiver mais alto que a metade da roda do veículo. Caso o carro morra dentro do alagamento, recomenda-se que não ele não seja religado.

Um carro elétrico submerso na água não será um problema como os carros a combustão. Por terem uma motorização mais simples, que permite ser selada, a água não entra em contato. Assim, o motor não é perdido, como ocorre no caso dos veículos comuns.