Turo: o serviço de aluguel de carros chamado de Airbnb dos carros

A cada dia, vemos novas soluções de mobilidade urbana serem criadas e apresentadas ao mundo como forma de melhorar e tornar mais amigável o trânsito. Nesse contexto, surge o Turo, um serviço de aluguel de carro com o sistema parecido com o Airbnb.

Confira neste texto um pouco mais sobre a revolução que essa nova criação está trazendo ao mundo do aluguel de carros.

O que é o Turo?

Pense na seguinte situação: você está com viagem marcada para os Estados Unidos e quer fazer aquela rota famosa de carro. Porém, a sua grana está curta, e alugar um carro nas locadoras de aeroportos não é uma opção viável.

Para democratizar o aluguel de automóveis, o Turo foi criado.

Ele é um aplicativo de aluguel de carros, mas que funciona de uma forma diferente do tradicional. Com o Turo, os intermediários são eliminados do processo, fazendo com que o locador e o motorista que quer alugar sejam conectados diretamente.

Turo5

História

A empresa responsável pelo Turo na verdade não começou suas atividades com esse nome e oferecendo esse serviço.

Incialmente, seu nome era RelayRides, e foi fundada em 2009 como uma plataforma tradicional de aluguel de carros.

Após um grande investimento financeiro, a RelayRides decidiu mudar seu nome para Turo, e passou a oferecer um serviço em que pessoas poderiam cadastrar seus carros para serem alugados.

Em 2013, a empresa começou a testar seu sistema em algumas cidades, e atualmente, está presente em mais de 2,5 mil municípios e 300 aeroportos.

Como funciona o Turo?

Se você conhece o Airbnb, um sistema de aluguel direto de casas, entenderá com facilidade o funcionamento do Turo, pois os dois são bem parecidos.

Falaremos abaixo de como funciona o Turo tanto para o locador quanto para o locatário.

Como colocar o carro para alugar no Turo

Turo

O processo de inserção de um veículo no catálogo do Turo é bem simples. Basta ao motorista fazer um cadastro, colocar fotos em alta qualidade de seu veículo e descreve-lo com detalhes.

Além disso, é necessário que a pessoa detalhe quais as datas que seu carro estará disponível, e por quanto tempo ele pode ser alugado.

Após esse simples procedimento, o veículo já estará pronto para ser alugado. É muito importante que o locador sempre esteja de olho no app para responder as perguntas que alguns interessados na locação podem fazer.

Como alugar um carro no Turo

Para os que precisam de um carro em uma determinada data e querem alugar no Turo, o procedimento também é bem simples.

A primeira etapa é a realização do cadastro. Este pode ser feito a partir de um e-mail ou conta no Facebook ou Google.

Feito o cadastro, o aplicativo realizará algumas verificações para garantir que o motorista é elegível para alugar um veículo.

Após a verificação de elegibilidade, o locatário pode inserir no app as datas de retirada e entrega e o tipo de veículo que quer alugar.

O sistema mostrará todos os carros que estão disponíveis, e o locatário poderá escolher o que mais atende às suas necessidades. Para tirar dúvidas, é possível fazer perguntas ao locador antes de fechar negócio.

Encontrei o carro perfeito, e agora?

Após escolher a melhor opção e tirar todas as dúvidas com o locador, basta reservar o veículo.

Nesse momento, o dono do carro analisará seu perfil e em até 8 horas, deverá aceitar ou declinar sua reserva. Caso ele aceite, pronto, o carro já é seu.

Entrega do carro

Após locatário e locador fecharem negócio, os dois precisam combinar um local e horário de retirada do carro.

Alguns donos de carro oferecem a opção de “delivery” e levam o veículo até a casa de quem alugou.

Devolução

No momento de devolução do carro, as duas artes precisam marcar um ponto de encontro. Após devolver, o locador precisa avaliar seu cliente e descrever como foi a experiência de alugar seu carro pelo app.

Todo o procedimento, desde o cadastro até a devolução, é muito fácil e rápido, sem burocracia e enrolações. Mas ainda há mais vantagens no uso no Turo; veja quais são elas abaixo.

Turo oferece preço mais baixo

Como já falamos anteriormente, o Turo é um app que conecta o locatário diretamente com o locador. Isso significa que não há intervenção de empresas intermediárias, como locadoras de veículos tradicionais.

Assim, o preço da locação de um veículo pela Turo pode ser até 30% mais barato.

Aluguel diretamente pelo aplicativo

Turo4

Com a praticidade da tecnologia móvel, atualmente não é preciso mais se deslocar para contratar um determinado serviço.

O Turo também oferece essa facilidade, pois todo o processo de aluguel é feito através de um aplicativo para smartphones e tablets.

É possível realizar o pagamento através do app, dando mais segurança e confiabilidade às transações.

O app do Turo está disponível na loja de aplicativos de dispositivos Android e IOS.

Como funciona o seguro de carro oferecido pelo Turo?

O Turo disponibiliza planos de seguro tanto para o dono do carro quanto para quem vai aluga-lo. Há planos mais simples, e consequentemente mais baratos, que cobrem menos aspectos, e planos mais completos, que são mais caros.

Para o dono do veículo, os pacotes disponíveis são: Premium, Standard e Basic. O premium é o que oferece maior cobertura, enquanto o Basic é um pouco menos completo.

É preciso lembrar que falhas mecânicas que ocorrem de forma natural, ou seja, que não acontecem por alguma falha do motorista, não estão cobertas em nenhum dos planos.

Para quem vai alugar o carro, os pacotes de cobertura são: Premium e Basic. A mesma regra anterior se aplica nesse caso também. O Premium é o mais completo – e caro – e o Basic é o plano de cobertura mais simples.

O locatário não é obrigado a adquirir o plano de seguro, mas é aconselhável que se contrate como prevenção caso haja algum imprevisto.

Para saber todos os mínimos detalhes do funcionamento do seguro, acesse esse link.

Turo comprou serviço de compartilhamento de carros da Mercedes

Presente nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido, o Turo quer expandir ainda mais sua atuação.

Por conta disso, a empresa comprou o Groove, serviço de compartilhamento de carros da Mercedes.

Com essa aquisição, o Turo já ganha presença em mais um país: a Alemanha. Isso porque o Groove opera nas principais cidades do país, Berlim e Munique.

Dentre os próximos meses, o nome Groove deve ser mudado para Turo no país.

Durante essa rodada de investimentos, não só a Mercedes entrou para o negócio, mas também a SK Holdings – empresa de compartilhamento de carros na África do Sul – e a seguradora Liberty Mutual também investiram no aplicativo do Turo.

Esse é mais um passo da empresa rumo a uma atuação global, oferecendo às pessoas uma forma muito mais fácil e barata de alugar carros.

Espera-se que em breve o Turo também chegue ao Brasil, para nos dar mais essa ótima opção de aluguel de veículos.

 

Conheça também outras empresas que prestam serviços similares, como o de carsharing.

Seja o primeiro a saber das novidades!

Login/Register access is temporary disabled
Compare items
  • Total (0)
Compare
0