Scooter elétrica capta 300 milhões em investimentos

As cifras do título não são exagero: a empresa taiwanesa Gogoro, fundada em 2011 pela dupla Horace Luke e Matt Taylor, obteve impressionantes 300 milhões (!!!) de investimento para os modelos mais recentes de scooters elétricas da companhia.

O investimento partiu de fundações geridas por ambientalistas como Al Gore, que veem no desenvolvimento de veículos elétricos uma alternativa sustentável para os automóveis movidos a combustíveis fósseis.

É uma oportunidade de ouro para a redução da emissão de poluentes, mas não é como se estes investidores “bonzinhos” apostassem em qualquer coisa. É que a Gogoro, frequentemente referida como Tesla das scooters”, parece ser um caso especial.

Afinal, eles estão criando as motos do futuro!

A empresa se orgulha de sua trajetória de 6 anos dedicados à elaboração de projetos racionais e sustentáveis para transporte, começando a apresentar seus modelos de moto movida a bateria em 2015 e desde então ganhando destaque internacional cada vez maior.

Em capitais de países europeus como Alemanha e França, por exemplo, as scooters chegaram e viraram tendência. O compartilhamento de motos com inteligência tornou seu uso uma opção saudável para todos, cidadãos e metrópoles, integrando-a rapidamente ao cotidiano.

Smartscooter: a scooter elétrica está sendo vendida

Scooter Eletrico Gogoro

Uma das características mais interessantes da Gogoro é que a companhia não se esforça somente em comercializar suas motos (conhecidas como smartscooters). Seu esquema mais famoso e bem-sucedido é o plano de assinaturas, com o qual o cliente pode alugar os veículos sempre que precisar.

Isto não significa que a opção de venda não exista. De forma limitada, exclusivamente em Taiwan, é possível comprar a scooter elétrica por 4 mil dólares (cerca de 12 mil reais). Espera-se que futuramente esse preço caia. Trata-se, afinal, de um projeto muito recente que investe em tecnologia alternativa e inovadora.

Por ser tão incipiente no mercado, ainda há melhorias a ser feitas na linha de motocicletas, como o desenvolvimento de uma bateria de carga mais duradoura (ela varia de modelo para modelo, mas normalmente não passa dos 100km).

Aliás, outra coisa realmente interessante na Gogoro é que ao invés de trabalhar com longas e perigosas recargas, a empresa prefere as trocas, que podem ser feitas rapidamente nas GoStations.

Bom, que tal conhecermos um pouco mais sobre o funcionamento das scooters disponíveis?

Smartscooter 1

Primeiríssimo modelo da Gogoro, a Smartscooter 1 revela potência (6.4 kW) e conectividade inesperadas.

Através de um aplicativo no seu smartphone, o motorista pode não apenas acessar informações básicas como GPS e status da bateria, mas também customizar os esquemas de cores e luzes da moto e do painel.

Disponível em diversas cores, a velocidade máxima de 95km/h (a mesma da série S) e rápida aceleração, além do design ergonômico, transformaram a simpática moto em uma escolha ideal para quem pretende economizar na gasolina, ajudar o planeta e, de quebra, levar um veículo rápido e seguro.

Smartscooter S

A Smartscooter S, em preto brilhante e pesando 94 quilos, é uma das linhas mais bonitas e poderosas da empresa.

A potência de 7.2kW supera a da linha anterior e a velocidade máxima de 95km/h, limite estabelecido pela Gogoro visando a segurança dos motoristas, recebe o apoio de uma envergadura baseada em carros de corrida.

Dotada de suspensão ajustável, graus de inclinação surpreendentes, rápida aceleração e capaz de atingir 50km/h em menos de 4 segundos, o modelo S é o que apresenta melhor performance entre todas as motos.

No entanto, sua bateria e seu design são menos eficazes que a da Smartscooter 2, que consegue acomodar mais gente, tem mais conforto, opções de customização e melhor desempenho de bateria.

Smartscooter 2

Mais recente das scooters da Gogoro, a Smartscooter 2 veio para aperfeiçoar conforto, conectividade e baterias, que são as melhores entre todas as séries (110km).

Este modelo também amplia as opções de customização e conta com um assento de carona para transportar mais gente.

Mantendo o que já era ótimo e melhorando diversos quesitos do modelo anterior, a Smartscooter 2, havendo disponibilidade, é o melhor custo-benefício para quem quer comprar uma scooter elétrica.

Bateria fácil de trocar

Scooter Eletrico Gogoro

Como já dito, a Gogopro trabalha com baterias intercambiáveis, fazendo com que o tempo de espera da scooter elétrica não seja reduzido apenas em relação a outros veículos elétricos, mas também aos movidos a combustível.

Ao parar na GoStation, o usuário pode fazer a troca em cerca de seis segundos, bastando retirar as baterias carregadas, depositar as descarregadas no espaço de recarga (sob supervisão e contínua manutenção de técnicos) e seguir seu caminho.

O pragmatismo das baterias intercambiáveis é um dos atrativos mais sensacionais de todo o projeto da empresa.

A Gogoro permanece expandindo não apenas sua frota de motos, mas também seus postos. Em Taiwan, algumas das regiões da cidade já possuem uma GoStation a cada quilômetro. Berlim e Paris também possuem extensa cobertura.

Scooter Eletrico Gogoro

Redução de CO2 contada no site da Gogoro

No site da empresa, é possível descobrir quanto de dióxido de carbono (CO²), inimigo número 1 da camada de ozônio e do efeito estufa, deixou de ser emitido.

Até a data deste artigo, o site informava 9.348.345kg. Isto é o equivalente ao que 934.838 mil árvores consomem de gás carbônico todo ano.

Tendo um impacto absolutamente positivo no meio ambiente, projetos como a scooter elétrica da Gogoro apontam para um futuro em que a gasolina poderá ser aposentada de vez. Se o consumo continuar nesta escalada irresponsável, o mesmo ocorrerá com toda fonte de energia não-renovável

Que até lá nós já estejamos acostumados com nossos carros e scooters futuristas. O mundo agradece.

Seja o primeiro a saber das novidades!

Login/Register access is temporary disabled
Compare items
  • Total (0)
Compare
0